terça-feira, 7 de junho de 2011

Eleições Legislativas 2011

No passado Domingo, dia 5 de Junho de 2011, realizaram-se as tão ansiadas Eleições Legislativas. Os resultados eleitorais na Freguesia de Carreço foram os seguintes:

Eleitores - 1648
Votantes - 999

O que origina uma abstenção de 39,38 %.

PPD/PSD - 356 votos;
PS - 241 votos;
CDS-PP - 173 votos;
BE - 80 votos;
PCP/PEV - 63 votos;
PCTP-MRPP - 17 votos;
PAN - 6 votos;
PNR - 3 votos;
PPV - 3 votos.
PDA - 2 votos;
MPT - 2 votos;
MEP - 1 voto;
PPM - 1 voto.

Votos Brancos - 44;
Votos Nulos - 7.

Se fosse comentar estes resultados muito haveria para dizer. Principalmente se analisarmos os resultados nas duas mesas de voto (eu tenho-os comigo, mas não vale a pena publicar).

Mesmo assim vou publicar algumas conclusões:

1 - A abstenção continua elevada, apesar de ser baixo da média nacional. Censuro quem foi para a praia e para os centros comerciais em vez de ir votar. Deviam estar proibidos de frequentar a praia nestes dias todos os cidadãos que não tivessem ido votar.

2 - O CDS-PP teve uns estrondosos 17,32 % dos votos, muito acima da média nacional.

3 - O PPD-PSD, PS e PCP-PEV tiveram resultados abaixo da média nacional.

4 - O BE esteve um pouco acima da média nacional, apesar de ser o segundo grande derrotado destas eleições.

5 - Parece que o nosso grande PORTUGAL começa a ficar consciente do caminho que deve tomar.

Os resultados residuais dos partidos pequenos não vou sequer comentar. O PAN (Partido dos Animais e da Natureza) teve apenas 6 votos, o que mostra que somos um povo genuíno, que não aceita entregar o poder a pessoal de outras religiões. Gostava de saber se as seis pessoas que votaram nesse partido gostariam de ver o poder entregue a um budista... Isso era o que ele devia ter dito no tempo de antena... Mas não disse para ganhar votos. Depois os grandes é que são oportunistas...

Viva a Nossa Grande Nação!
Nossa Senhora da Conceição, protegei Portugal!

8 comentários:

  1. Como leitor assíduo, transmito-lhe a minha insatisfação pela perda do caracter informativo (tal como mencionado no cabeçalho do blog) em partes desta publicação.
    Contudo, tendo por base as suas ideologias monárquicas, gostaria de saber qual a sua opinião quanto à votação atribuida ao PPM.

    ResponderEliminar
  2. Caro anónimo, só lhe responderei caso dê a cara! Tem medo de alguma coisa? Quem não dá a cara é porque não tem cara que se veja...

    No meu blog faço o que entendo e ninguém tem nada com isso. Que não gosta só tem que carregar da cruz no canto superior direito da página!

    Ass.: João Nuno Amorim de Pinho.

    Graças a Deus este blog ainda não foi nacionalizado!

    ResponderEliminar
  3. Deus ,Patria e autoridade
    Felizmente gajos como tu ainda são uma minoria e essa conversa parece-me antes conversa de um puto miamdo e malcriado,

    A bem da nação

    ResponderEliminar
  4. Enganou-se!

    Deus, Pátria e Família! E "A bem da Nação" é uma expressão de que gosto muito. Já lhe disse não gosta do que lê, saia. Este blog é para quem o gostar de ler. Quem não gosta, simplesmente não lê...

    O senhor é que é um malcriado e um arrogante. Faça o favor de não censurar o que os outros escrevem. Antes de 1974 a esquerda estava proibida de manifestar a sua opinião, mas pelos vistos (apesar da censura ter acabado) hoje é proibido falar bem da direita.

    E não se queixe se eu sou mimado. Até posso ser, mas tenho coragem para dar a cara, ao contrário do senhor... Quem não deve não teme!

    VIVA A PÁTRIA!

    João Nuno Amorim de Pinho.

    ResponderEliminar
  5. Pela foto parece-me ser ainda um jovem,pelo que não excluo que essa suas afirmações sejam fruto da chamada crise do armario,mas mesmo assim nunca se esqueça que liberdade não é libertinagem.

    ResponderEliminar
  6. Caro Senhor,

    Já vejo que não me conhece e por isso trate-me com o devido respeito. Não, não estou na idade do armário. Tenho convicções muito próprias e gosto muito da minha terra. Se assim não fosse hoje não seria Secretário da Junta de Freguesia.

    Nem sou nenhum libertino, felizmente já produzo para este país; além de que acabei o curso em Engenharia Civil com apenas 23 anos.

    Parece-me que quem aqui está mal é o senhor. Faça o favor de deixar de ser anónimo ou não publicarei os seus comentários.

    João Nuno Amorim de Pinho.

    ResponderEliminar
  7. João continua a ser o jovem que és,não deixes que comentários menos proprios te influênciem,Gente jovem e convicta como tu é que nós e a nossa terra percisa,

    ResponderEliminar
  8. Obrigado Isabel! Seja sempre bem-vinda a este blog. Um beijo.

    João.

    ResponderEliminar